Biópsia Renal
6 de setembro de 2019
Peniscopia – O que é?
23 de setembro de 2019

Cisto no rim pode ser câncer?

O cisto renal simples é uma bolha de conteúdo líquido que se forma por dilatação de parte dos túbulos que fazem a filtração do sangue no rim. Geralmente não tem significância clínica e nem causa sintoma, por esse motivo é comum ser descoberto em exames de imagem de rotina. 

Por volta de 50% das pessoas acima dos 50 anos apresenta algum cisto renal ao exame de ultrassonografia. Este tipo de cisto corresponde a 70% dos cistos encontrados e não tem relação com o câncer de rim. 

Quando o cisto renal é considerado complexo, aí sim existe a possibilidade de ser um câncer. Geralmente para cistos com dúvida diagnóstica, o ideal é a realização de tomografia com contraste venoso. 

O cisto renal é classificado segundo Bosniak. Os tipos I e II são benignos, com paredes finas, regulares e sem septos (reentrâncias da parede no interior do cisto). Também não apresentam calcificações no seu interior, que é preenchido com líquido. Esses cistos não apresentam risco de evoluírem para câncer. Bosniak III e IV, possuem paredes grossas, irregulares, com septos e o seu interior possui calcificações ou conteúdo sólido, o que dão características de malignidade e tem indicação de remoção cirúrgica. 

Existe um intermediário que fica entre as categorias II e III. O  Bosniak IIF, que precisa ser acompanhado com exames de imagem, para avaliar se não evoluíram apresentando características de possível malignidade. 

Faça sua ultrassonografia das vias urinárias de rotina e cuide da sua saúde!